INSTALAÇÕES SONORAS / SOUND INSTALLATIONS

Natacha Cabellos irá trabalhar a partir da ideia de migração de plantas,

plantas alóctones que não têm a sua origem no lugar que agora ocupam,

uma migração silenciosa, em que o principal veículo para atravessar

grandes distâncias tem sido o ser humano.

Apesar da sua migração, às vezes natural, outras vezes forçada,

essas plantas proliferaram noutros ecossistemas, resistiram e naturalizaram-se.

Natacha pretende também refletir sobre a forma como o ser humano,

com o desenvolvimento tecnológico alcançado, manipulou o estado natural

dos elementos em seu benefício, e a forma como a natureza resistiu a essa

manipulação, adaptando-se às novas condições oferecidas.

Natacha irá fazer uma viagem em busca da origem destas plantas,

particularmente as que migraram de América do Sul.

Esta instalação resulta da residência artística do festival Tsonami no Lisboa Soa.

Natacha Cabellos é uma artista visual da Universidade Diego Portales

e Mestre em Artes Mediais da Universidade do Chile.

Os seus projetos misturam investigações sobre o objeto, com desenho e instalação

a partir da lente das artes media. Tem feito inúmeras exposições individuais

e participado em mostras de arte coletiva em espaços como

o Museu de Arte Contemporânea de Santiago, o Centro Cultural Ricardo Rojas

na Argentina ou o Festival Tsonami, em Valparaíso, tendo recebido vários prémios e distinções.

O festival Tsonami, em Valparaíso, no Chile, foi iniciado em 2007 e desde então

tem-se dedicado a dar espaço a artistas de todo o mundo para experimentar

com som através de performances multimédia, concertos e instalações.

Este ano, irá marcar presença no Lisboa Soa com três artistas chilenos,

onde se inclui Fernando Godoy, diretor do Tsonami, que comissariou esta obra.

//

Natacha Cabellos will work from the idea of plant migration,

allochthonous plants that do not have their origin in the place they now occupy,

a silent migration, in which the main vehicle for crossing long distances has been the human being.

Despite their sometimes natural, sometimes forced migration,

these plants proliferated in other ecosystems, resisted and became naturalized.

Natacha also intends to reflect on how the human being, with the technological

development achieved, manipulated the natural state of the elements to his benefit,

and how nature resisted this manipulation, adapting to the new conditions offered.

Natacha intends to make a trip in search of the origin of these plants,

particularly those that migrated from South America.
This installation results from the artistic residence of Tsonami festival at Lisboa Soa.

Natacha Cabellos is a visual artist at Diego Portales University and

a Master of Arts in the University of Chile. Her projects mix investigations about the object,

with drawing and installation from the lens of media arts. She has made numerous

solo exhibitions and participated in collective art exhibitions in venues such

as the Santiago Museum of Contemporary Art, the Ricardo Rojas Cultural Center

in Argentina or the Tsonami Festival in Valparaiso, having received several awards and distinctions.

The Tsonami festival in Valparaiso, Chile, started in 2007 and has since then

been dedicated to give artists around the world a space to experiment with sound

through multimedia performances, concerts and installations.

This year, Tsonami will be present in Lisboa Soa with three chilean artists,

including Fernando Godoy, director of Tsonami, who commissioned this work.